Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
O Blog do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae é um dos veículos de comunicação em que circulam informações, produção de conhecimento, experiências clínicas e de pesquisa de seus diferentes membros. A interlocução com o público, dentro e fora do Departamento, é uma maneira de disseminar a troca no campo da Psicanálise e possibilitar a ampliação do alcance das reflexões em pauta. Fazem parte da equipe do Blog: Ana Carolina Vasarhelyi de Paula Santos, Fernanda Borges e Gisela Haddad.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Resenha do livro "Psicanálise Entrevista" com Mara Selaibe

O Blog do Departamento achou oportuno publicar uma pequena resenha do livro Psicanalise Entrevista (org. Mara Selaibe, Andréa Carvalho. São Paulo: Estação Liberdade, 2014 e 2015) citado por Renato Mezan no evento Psicanalise Contemporanea ocorrido no dia 19 de agosto de 2017 no Sedes Sapientiae. Confira o texto de Mara Selaibe, uma das organizadoras dos dois volumes deste livro.






A propósito do evento Psicanálise Contemporânea recém-ocorrido no Departamento de Psicanálise do Sedes Sapientiae, o BLOG considerou que este seria um bom momento e uma nova oportunidade para tratar do livro citado por Renato Mezan naquela manhã: Psicanálise entrevista (org. Mara Selaibe, Andréa Carvalho. São Paulo: Estação Liberdade, 2014 e 2015).

Green, Pontalis, Laplanche, Jean Oury, Mannoni, Bollas, Roudinesco, Joyce McDougall, Kernberg, Emílio Rodriguè, Marcelo Viñar, Chaim Katz, Joel Birman, Silvia Alonso, Miriam Chnaiderman estão reunidos nesta obra, juntamente a outros psicanalistas brasileiros e estrangeiros e também a pensadores como Sérgio Paulo Rouanet e Zygmunt Bauman. Os 2 volumes conjugam 35 psicanalistas entrevistados ao longo de 25 anos, pela equipe de entrevistas da Revista Percurso. São autores cujas obras constituem o que se costuma chamar com justeza de psicanálise contemporânea.

A leitura sequencial dessas entrevistas permite ao leitor uma visada dos diferentes psicanalíticos remetidos à obra freudiana num diálogo por vezes vociferante, por vezes belicoso e sempre estruturante do território pelo qual exercemos nosso ofício. Esses abalos sísmicos devem ser percebidos e considerados sempre como promissores de entendimentos àqueles que se propõem a conhecer essa história que não é de passado, e, sim, de modos de pensar e realizar o exercício psicanalítico, atualizando-o de maneira incessante.

Para essa empreitada, Renato Mezan produziu uma Introdução cuidadosa (vol 1), estabelecendo relações que conferem ao material uma riqueza necessária de ser ressaltada a fim de que não se passe ao largo dela nas eventuais pesquisas mais específicas que cada um pode querer fazer no livro. Porque os volumes contam também com dois índices: onomástico (vol 1) e remissivo (vol 2). Ambos se remetem aos dois volumes. De tal modo que o leitor pode buscar as referências de seu interesse sem qualquer dificuldade. Assim, imaginem qual a fartura ao se buscar, por exemplo, o conceito de transferência e ser brindado com nada menos do que 47 (!) indicações de páginas onde ele se encontra trabalhado pelos entrevistados!

Na outra extremidade da obra há um Posfácio, de autoria de Jô Gondar. Ela nos indaga sobre como prosseguir com toda essa herança. São reflexões acuradas que insistem em nos remeter a perguntas que jamais serão respondidas, mas que precisam ser refeitas e sustentadas para que a psicanálise siga adiante.

As duas Apresentações escritas por Andréa Carvalho e por mim buscam situar o leitor no nascedouro do projeto desses livros e das razões que nos levaram a organizá-lo durante três anos. Por fim, o projeto gráfico e editorial é de primeiro time, elegante mesmo! Temos orgulho do resultado e muito gosto em saber que tantos terão incluído o Psicanálise entrevista nos seus processos de formação continuada na psicanálise.

Mara Selaibe é psicanalista e membro do Departamento de Psicanálise do Sedes Sapientiae


2 comentários: